Centro de Estudos, Investigação e Desenvolvimento

CIED LOGO

Mensagem do Director

O Centro de Estudos, Investigação e Desenvolvimento da Universidade Gregório Semedo – Luanda – Angola foi fundado no ano 2010, no sentido de desenvolver a investigação científica, a formação avançada, a transferência de conhecimentos para a sociedade em todas as áreas científicas e, naturalmente, reforçar a presença angolana no mundo, através das relações estabelecidas e a estabelecer com a comunidade científica internacional de África, Europa e América.

O nosso desafio consiste em fazer deste Centro um fórum de investigação, discussão, ensino, divulgação e publicação de informação interdisciplinar que permita promover uma cultura científica crítica e criativa e que possibilite prestigiar, consolidar e coroar de êxito o projecto de afirmação da identidade institucional da UGS.

Pretendemos, concomitantemente, contribuir para a optimização técnica dos nossos estudantes, articulando as suas formações de base com as linhas de investigação em curso nas Faculdades, de forma a prepará-los mais plenamente, do ponto de vista científico, pedagógico e metodológico, para as funções académicas e empresariais.

O Centro integra e reúne docentes da Universidade Gregório Semedo e de outras Universidades e Centros Superiores de Investigação, com os quais tem projectado, para muito breve, várias acções de cooperação científica, designadamente no plano do intercâmbio e acolhimento de investigadores e oradores de outros países.

Perseguindo a excelência que se verifica lá fora e procurando generalizar o conceito de que o docente universitário é acima de tudo um investigador pretende, este Centro, estabelecer mínimos de produtividade anual que permitam a valorização profissional e técnica dos docentes -investigadores, assim como distinções para os que mais se venham a destacar pela qualidade e pelo reconhecimento.

Procuraremos incrementar o estudo aprofundado de idiomas estrangeiros, de forma a permitir aos alunos melhorar a compreensão da intensa bibliografia internacional, mas também a prelecção de aulas nesses idiomas. Incentivaremos ainda o estudo de idiomas africanos - árabe, swahili, yorubá e zulu – para que, no exercício da profissão, a auscultação das complexidades vivenciais das sociedades africanas possa eficaz e eficientemente ser realizada na primeira pessoa.

Tentar-se-á implementar toda uma série projectos culturais para, com eles, vincular mais estruturalmente a ligação do discente ao meio académico. As actividades de aprendizagem serão diversificadas, organizadas pelos docentes da Instituição, por especialistas convidados e assumirão a forma de seminários, workshops e visitas de estudo.

Finalmente, mas não menos importante, procuraremos ainda criar, em articulação com a Direcção da Biblioteca, um portal (o CEID-UGS DIGITAL) que integre trabalhos científicos, bases de dados e publicações digitais que sirvam de plataforma de informação e análise tanto a alunos quanto a professores, paralelamente, a uma linha editorial da Universidade que inclua e dê a conhecer à comunidade científica nacional e internacional, a nossa produção anual.

 

O Director do CEID

Nuno Miguel Rodrígues Tavares, Ph.D.